quinta-feira, setembro 17, 2015

do tempo que não passou

saudade não tem mesmo idade
nem tempo nem espaço:

cabe nessa imensidão de tudo


Nenhum comentário: