sábado, janeiro 08, 2011

e isso eu vi...

releio meus últimos dias
como quem reconta sua história:

de um a cento e noventa e cinco
escrevo nosso relato
[este é o número exato até agora]
numa folha avulsa da memória

colo os sorrisos ao lado da saudade
recorto as dúvidas e lanço-as ao mar
contorno teu olhar que quer adivinhar o que penso
e escolho voltar a escrever nos próximos trezentos e tantos passos
que ainda daremos juntos por aí