sábado, outubro 30, 2010

da espera

ao te olhar esta noite,
pensei em mim ao me ver
refletida em teu olhar castanho

noturno

amanhã arderemos à tarde
onde ninguém possa nos observar
até o próximo amanhecer

Nenhum comentário: