sábado, outubro 30, 2010

da espera

ao te olhar esta noite,
pensei em mim ao me ver
refletida em teu olhar castanho

noturno

amanhã arderemos à tarde
onde ninguém possa nos observar
até o próximo amanhecer

quinta-feira, outubro 28, 2010

my old man

nem bem vens
quando já sinto que te vais

nessas nuvens eu ouço

teu antigo samba sobreposto

meu poema
em meio ao teu silêncio dança






segunda-feira, outubro 18, 2010

do bom sossego

talvez te espere no fim do dia de amanhã
para me acompanhar
rumo ao futuro que daremos em nossas vidas

- por do sol que repousa debaixo do teu travesseiro de areia -

quem sabe eu me deixe naufragar
em cada grão de tua sábia nobreza...