quinta-feira, julho 22, 2010

do som lento

...
vem cá
samba comigo
esta poesia
definida
em infinito
...

3 comentários:

yara b . disse...

que coisinha mais singela e límpida.

:)

Abiodun Akinwole disse...

cadência leve.

bom.

Eric disse...

Muito bom!