domingo, março 21, 2010

da falta de um ponto final

essa chuva não me derrete
o que me desmonta é o embarque
ponto de partida a qualquer despedida
visto que se um dia aqui retornares
o calor sim talvez terá derretido tudo isso
se o clima decerto não compensa
este tempo incerto me anima
despensa qualquer previsão meteorológica
e agasalha minha vergonha que aqui fica

3 comentários:

yara b . disse...

um dia me disseram que não é bem falta de pontos finais. porque, se bem prestares atenção, três pontos finais se tornam reticências.

Geraldo Brito (Dado) disse...

Bela prosa!

Carol Morais disse...

lindo! Vou te seguir! visita meu blog quando der: desmondier.blogspot
beijos