quarta-feira, dezembro 23, 2009

do avesso do verso

se bem me lembro
é sempre daquele jeito
o ouvido cheio de agonia
o coração perdido em mágoa
e enquanto aguardo
me calo depois desse dia nublado
então.

2 comentários:

ana. disse...

a tal da fernanda copiou A MAIORIA dos textos do MEU BLOG e colocou no dela.
QUE ABSURDO

Renata de Aragão Lopes disse...

Quantas coincidências!

Ambas somos Aragão!

Ambas iniciamos,
recentemente,
um poema com
"se bem me lembro".

E ambos os poemas
falaram sobre nuvens,
um dia nublado.

Adorei! : )

Aproveito pra lhe desejar
um 2010 iluminado!

Beijo,
doce de lira