terça-feira, dezembro 16, 2008

tranquilizando as pernas:

aqueles passos apertados
já passaram
os meus dedos e seus calos
se atrasaram
minhas veias avermelhadas
desincharam
minhas coxas mal-passadas
afinaram
ai, minhas rimas - pobres pernas-
se acabaram.

4 comentários:

Solin disse...

mas sobraram os braços.
parta para o abraço

:)

=*

Solin disse...

vou criar um banner foda p vc!

Verbena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Verbena disse...

ah, se eu pudesse tranqüilizar ao menos as pernas...