sábado, junho 30, 2007

um dia passa para mim:

por cima
as horas e suas flores
caem.

a noite passa sem ti:

ao lado
as flores com suas cinzas
sobem.

agora passa por nós:

de fato
as cinzas sem suas horas
somem.

Nenhum comentário: