quinta-feira, fevereiro 22, 2007

prender a luz...



e soltar a prosa.

5 comentários:

Verbena disse...

não prenda nada...
nem luz ou prosa
mesmo as mágoas (e mágicas) do dia-a-dia devem ser soltas...
(e sorriremos delas, livres borboletas a voar sobre o mar...)

Andréa disse...

que massa, hehe.

Tássia disse...

Tu prendeu minha luz!

Claudia Lis disse...

Olá,

A imagem representou muito bem o seu texto.
Tamanha expressividade dessa fotografia.
Ela realmente transmite a sensação de uma luz, “cheia de vida”, porém enjaulada.
E por estar enjaulada, passa um pouco de tristeza.
No entanto, se levarmos em consideração que esse tipo de luz veio ao mundo exatamente para isso, então devemos nos alegrar, pois essa luz está cumprindo o seu papel e em um lugar muito bonito, por sinal.
Então vamos todos:
“Prender a luz e soltar a prosa.”

Beijos

Claudia Lis disse...

Olá Su,

Estou sentindo falta da sua prosa solta.
Vim aqui cobrar as suas belas palavras!
Onde estão elas? Presas?
Não né?

Beijos