terça-feira, fevereiro 20, 2007

CASAMENTO

do silêncio dos olhos em que confessa
um longo tempo conversa

minto
de longo e de terno
no momento eterno

meio sem tempo
nem tão longe

era terno
e era longo aquele instante

um momento:
disse sim

e nem para sempre durou

Nenhum comentário: